terça-feira, maio 31, 2016

Papa: “Dói-me o coração quando vejo horários nas paróquias"

video
fonte: Renascença

Educação: colégios de ex-deputado receberam 20 milhões

Os colégios do Grupo GPS, do qual o ex-deputado do PS António Calvete é o principal acionista, são o maior beneficiário do financiamento público ao ensino particular e cooperativo: dos 140,7 milhões de euros que o Estado pagou a 79 colégios através dos contratos de associação, em 2015, os 14 colégios do Grupo GPS receberam quase 20 milhões de euros. A análise do financiamento público aos 79 colégios, a que o CM teve acesso, revela que os colégios do Grupo GPS receberam apoios públicos anuais que variam entre 483 mil euros, no caso do Instituto Vasco da Gama (Leiria), e 3,46 milhões de euros, no caso do Colégio Miramar (Mafra).

Venezuela: Maior companhia da América Latina suspende voos

A maior companhia de aviação da América Latina, a Latam, decidiu suspender os voos para a Venezuela, fruto da crise económica que o país vive e da consequente dificuldade em recuperar as receitas geradas com a venda de bilhetes. A decisão conhecida nesta segunda-feira segue passos idênticos dados por outras empresas da indústria, nomeadamente a gigante alemã Lufthansa. A Latam, que nasceu em 2012 da fusão entre a chilena LAN e a brasileira TAM, anunciou em comunicado que esta suspensão, que afecta apenas as novas reservas, teve início já no passado sábado, 28 de Maio, mas apenas para o voo entre São Paulo, no Brasil, e a capital venezuelana, Caracas. A decisão será agora estendida às restantes frequências que eram asseguradas pela companhia, a partir de Lima, no Peru, e de Santiago do Chile, no Chile.

BANIF: "Pecados capitais"

Cinco meses depois do colapso do Banco Internacional do Funchal, revelamos o que permanecia oculto entre guerras familiares, processos judiciais e complexas operações financeiras, depois de termos seguido o passo de quem assumiu cargos de gestão e de quem admite a manipulação de resultados. O afundamento do banco da Madeira é contado a partir desta terça-feira na SIC, numa série de três episódios. A história repete-se. Com protagonistas diferentes mas ingredientes comuns. É a quarta vez que vemos e ouvimos o estrondo de um banco a ruir. Sem solução ensaiada. Como se fosse a primeira vez. A implosão do Banif arrastou 3 mil milhões de euros dos contribuintes. Já tinham sido aplicados 3,9 mil milhões ao fundo de resolução para aguentar o BES; somam-se mais de 5 mil milhões de perdas no caso BPN; e 450 milhões no BPP.

Opinião: O poder de um forte lóbi

Lóbi está a pensar mais nos milhões do que nos alunos. A secretária de Estado da Educação, Alexandra Leitão, tem dado um bom exemplo do que deve ser o poder de decidir livremente em política. Sobre os contratos de associação com os colégios privados deixou claro que a opção do Governo assenta numa análise rigorosa das opções disponíveis, que não exclui ninguém do diálogo mas não aceita redundâncias e que a sua decisão está bem suportada juridicamente. Deixou conselhos avisados às famílias e bem claro que não vai aceitar factos consumados. É a diferença entre decidir em liberdade e com bom senso e a chantagem de um poderoso lóbi que está a pensar mais nos milhões do que nos alunos (texto de Eduardo Damaso, Correio da Manhã)

Opinião: o CO da Rádio e Televisão e a minha posição

Aceitei o convite do grupo parlamentar do PSD para ser candidato à eleição do representante da Assembleia Legislativa no Conselho de Opinião da Rádio e Televisão. E fi-lo com a consciência de que sendo jornalista - detentor da carteira profissional nº 318 devidamente validada - tenho a obrigação profissional de contribuir, tanto quanto possível, num órgão que é essencialmente de opinião e de emissão de pareceres, para que se resolva rápida, eficaz e pacificamente a situação de alguma indefinição existente a RTP e na RDP na Madeira.

TAP garante que não vai reduzir voos para a Venezuela

video
O presidente da TAP diz que a companhia não vai reduzir a operação para a Venezuela, pelo menos por agora. A TAP não segue assim o exemplo de outras companhias, que estão a cancelar os voos para Caracas. As companhias europeias têm milhões de euros retidos no país.

domingo, maio 29, 2016

Venezuela en la mira por la muerte de Oliver Sánchez

fonte: youtube

Alemanha: Deputada de extrema-esquerda atacada com um bolo de chocolate

fonte: youtube

Banca: Estado já injectou quase 20 mil milhões de euros

Desde 2008, os contribuintes portugueses foram chamados por várias vezes para acudir a bancos em dificuldades ou com necessidades de recapitalização. Além dos colapsos do BPN, BES e BPP, que causaram elevados prejuízos e obrigaram o Estado a intervir, houve necessidade de capitalizar os grandes bancos do sistema: CGD, BCP e BPI, com aumentos de capital subscritos pelo Estado (caso da CGD) ou com empréstimos com recurso aos chamados ‘CoCo bonds’ (Económico)

Portugueses na Venezuela temem conflito armado

video
Entre os portugueses que vivem na Venezuela cresce o temor de que a crise política e económica se transforme num conflito armado. Os enviados da SIC à Venezuela falaram com casal de portugueses que vivem no país para tentar perceber como tentam contornar as dificuldades.

Futebol: Real Madrid vence Liga dos Campeões


Lufthansa anuncia suspensão de voos para a Venezuela

A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou hoje que vai suspender os voos entre a Venezuela e a Alemanha a partir de 18 de junho devido à impossibilidade de trocar as receitas para dólares norte-americanos e à baixa procura de voos. "Esta decisão é tomada em resposta às atuais dificuldades económicas na Venezuela e ao facto de a Lufthansa ser atualmente incapaz de trocar as receitas na moeda local para dólares norte-americanos para as transferir para fora do país", anunciou hoje a empresa alemã, em comunicado, citado pela agência espanhola Efe.

Futebol: O polémico golo de Sergio Ramos na final da Champions

video
O central espanhol do Real Madrid fez o golo inaugural desta final da Liga dos Campeões, inaugurando o marcador aos 15 minutos diante do At. Madrid
***
 Golo de Carrasco
video

Venezuela: Já falta pão português em Caracas

A padaria Ângela é uma das mais antigas da capital da Venezuela e o dono é Diamantino Araújo, de Aveiro. Nas últimas semanas, a produção caiu para metade. Falta a farinha e o pão nas prateleiras. "Em média fazia diariamente 12 sacos de 45 quilos de farinha e agora estou a fazer quatro. Aos fins de semana não dava vazão a isto", explicou à Lusa o empresário, em Caracas. A preocupação é visível na cara de Diamantino Araújo, a viver num país que quase todos os dias aparece nas notícias em todo o mundo devido às filas à porta de supermercados semivazios ou pelas manifestações, mais ou menos violentas. Na Venezuela, há muitos portugueses que vivem do pequeno comércio, como Diamantino Araújo. Também há fábricas paradas ou semiparadas. A culpa é da falta de bens e da crise económica que abala o país.

Capital da Venezuela regista mais de 80% de escassez de produtos básicos

Caracas, a cidade venezuelana mais bem abastecida no país, regista atualmente uma escassez de mais de 80% dos produtos básicos, segundo dados da empresa de análise de dados Datanálisis divulgados na sexta-feira. "Há um nível de escassez em Caracas, que no ano de 2016 é em media de 82,8%", disse o presidente da Datanálisis, durante uma conferência de imprensa, na cidade capital da Venezuela. Vincando que "Caracas é a cidade mais bem abastecida do país" José Vicente León, que também é economista, explicou que a falta de abastecimento de produtos básicos continua acentuar-se nas mercearias e supermercados. 

Futebol: Ronaldo é o melhor goleador da Champions pela quinta vez


El impresionante vídeo del cielo de Canarias visto desde el Teide

La Agencia Estatal del Meteorología (AEMET) ha emitido un vídeo en homenaje a las Islas Canarias y a su cielo, donde colabora el Cabildo de Tenerife a través del Teleférico del Teide, el punto más alto de la geografía de España. Se trata de un impresionante vídeo, que usa la técnica del Timelapse como muestra del espectacular cielo que se puede observar en Canarias. Maravillosas imágenes alrededor del Teide que son todo un espectáculo para la vista (ABC)

Críticas contra políticos españoles por hacer precampaña en Venezuela

fonte: youtube

Miles de venezolanos saliendo del pais para donde sea

fonte: youtube

Maduro: Oligarquía española cree que puede darnos consejos cuando tiene millones de desamparados

fonte: youtube

Maduro: "Oposición quiere entregar el país a oligarquías extranjeras"

fonte: youtube

Venezuela: Cientos de mujeres se manifiestan contra la violencia de la oposición en Caracas

fonte: youtube

Venezuela: Opositores se oponen a la decisión judicial que impide manifestaciones

fonte: youtube

Marchas de partidarios y opositores del Gobierno sacuden Venezuela

fonte: youtube

Futebol: Cristiano Ronaldo é o primeiro português tricampeão europeu


Cristiano Ronaldo tornou-se este sábado o primeiro futebolista português a sagrar-se pela terceira vez campeão europeu de clubes, depois de o Real Madrid bater o Atlético de Madrid, nas grandes penalidades da final de Milão.

Combustíveis e taxas mais baratas que na Madeira? Embraer recurre a Gran Canaria para entregar sus aviones en la UE...

El fabricante de aviones brasileño Embraer recurre a Gran Canaria para entregar en este aeropuerto internacional los pedidos de las aerolíneas y operadores privados del sector, según confirmaron hoy a ABC fuentes del sector aeronáutico. El uso de Gran Canaria no es producto de incentivos fiscales. Se debe a su ubicación y a que a Isla es el primer espacio de la UE donde hay sede de un Gobierno central. De hecho, es un espacio transitado por jefes de Estado y de Gobierno de escala para visitas oficiales a Iberoamérica de uno y otro lado del Atlántico.

sábado, maio 28, 2016

SIC-Notícias: O Dia Seguinte (23 de Maio 2016)

SIC-Notícias: Quadratura do Circulo (26 de Maio 2016)

Venezuela: Nicolás Maduro acusa Espanha de propaganda

fonte: youtube

Jornalismo: The Guardian enganado por jornalista em dezenas de artigos

“Uma nota sobre um repórter que quebrou a nossa confiança”. Podia ser o título de uma história fictícia, mas é o nome do texto que o The Guardian dirige aos leitores esta quinta-feira, depois de o jornal ter descoberto que um jornalista freelancer os enganou. O jornal apagou 13 artigos completos escritos por Joseph Mayton e está a limpar citações e factos que não correspondem à verdade. Para isso, tem uma equipa encarregue de fazer o fact-check de tudo o que Joseph escreveu. Joseph Mayton começou a colaborar com o The Guardian em 2009 e escreveu, ao todo, 64 artigos, com temas desde o consumo de marijuana, incêndios florestais ou a morte de baleias, esclarece o Financial Times. O jornalista cometeu várias fraudes. Primeiro, escreveu sobre dois eventos aos quais nunca compareceu e os próprios organizadores confirmaram-no ao The Guardian. Depois, inventou várias frases atribuídas a pessoas que não existem, ou a pessoas que nunca as disseram.

Por culpa da Espanha? Lusodescendentes obrigados a usar passaportes venezuelanos

Decisão do supremo abrange todos os cidadãos que têm várias nacionalidades e surge após Espanha ter concedido nacionalidade espanhola a familiares do opositor Leopoldo López, atualmente preso. O Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela (STJ) publicou hoje uma decisão que obriga os cidadãos que têm várias nacionalidades, incluindo os lusodescendentes, a recorrer aos documentos venezuelanos para entrar e sair do país. Quando uma pessoa seja detentora de "múltiplas nacionalidades e uma delas seja a venezuelana, será esta a que tem prevalência em tudo o que diz respeito ao regime jurídico aplicável à mesma", explica a decisão, publicada na Gazeta Oficial, equivalente ao Diário da República. A divulgação da decisão tem lugar quatro dias depois de o Governo de Espanha anunciar que concedia a nacionalidade espanhola a Hernán Sifontes Tovar e Diana López Mendonza, dois familiares do líder da Vontade Popular, o opositor venezuelano Leopoldo López, atualmente preso na Venezuela.

BANIF: Como Angola quis comprar metade do Banif. E como esse dinheiro... desapareceu

video
Numa investigação de três episódios revelamos o que permanecia oculto entre guerras familiares, processos judiciais e complexas operações financeiras. Desde o dia em que o banco da ilha nasceu, até ao dia em que afundou.

BANIF: A batalha que separou ex-mulher e filhas de Horácio Roque pelo património da família

video
Numa investigação de três episódios revelamos o que permanecia oculto entre guerras familiares, processos judiciais e complexas operações financeiras. Desde o dia em que o banco da ilha nasceu, até ao dia em que afundou. Primeiro capítulo no ar a 31 de maio.

Venezuelanos têm medo de um "banho de sangue"

video
A falta de alimentos e medicamentos e as longas filas à porta dos supermercados estão a preocupar os venezuelanos que têm receio que o país possa mergulhar numa crise profunda como a que viveu no final da década de 80. Segundo os relatos ouvidos pelos enviados especiais da SIC ao país vive-se um clima de terror e há receio de um "banho de sangue". A jornalista da SIC, Sofia Arêde está na Venezuela a acompanhar os últimos desenvolvimentos.

Crise na Venezuela faz crescer mercado negro

video
Num clima de crescente tensão política e social, a economia paralela na Venezuela tem terreno fértil para crescer. Os enviados da SIC à Venezuela, Sofia Arede e Odacir Júnior estiveram no mercado do Bairro de Petare, uma das maiores favelas do mundo e onde a luta pela sobrevivência corre paralela ao mercado negro.

António Costa acompanha "com particular cuidado" situação de portugueses na Venezuela

Na Venezuela continuam os protestos contra o governo de Nicolás Maduro. Centenas de alunos da Universidade Central manifestaram-se esta sexta-feira em Caracas. Entretanto, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou que o Governo está a acompanhar "com particular cuidado" a situação da comunidade portuguesa na Venezuela, tendo-se já reunido com representantes dessa comunidade e com o Governo do país. Esta terça-feira centenas de manifestantes tentaram entregar uma carta de reivindicações ao ministro do Ensino Superior, mas foram impedidos por um cordão policial. Exigem um esforço do Governo para não deixar as universidades fecharem. Queixam-se da falta de verbas para pagar salários a professores e funcionários. E deixara o aviso que se dentro de uma semana ainda não houver solução à vista, voltam às ruas.

Juncker não apoiou a aplicação de sanções por défice excessivo a Portugal

video
Dentro Comissão Europeia nem todos concordam com a aplicação de sanções a Portugal e a Espanha, a começar pelo Presidente Jean-Claude Juncker. A ata de uma das reuniões da comissários, tornada agora pública, torna clara as divergências e as preocupações.

Quem lidera a oposição: PSD ou CDS?

video
Nem sempre as perguntas mais simples têm as respostas mais evidentes. Ser-se o maior partido não significa, necessariamente, ser o mais ativo. Ou significa? Os números não nos deixam mentir, mas no mundo sinuoso da política nem a matemática é linear. E fazer oposição tem que se lhe diga. Jornalismo de dados em dois minutos e 59 segundos. Para explicar o mundo (Expresso)

Cristiano Ronaldo assume que é provável que termine a carreira no Real Madrid

video
Cristiano Ronaldo assume que quer terminar a carreira no Real Madrid. Em entrevista a um programa espanhol, o jogador português falou ainda das relações com os treinadores do clube.

Corveta da marinha será afundada ao largo de Porto Santo

video
Uma corveta da Marinha vai ser afundada este verão, ao largo de Porto Santo. A ideia é criar um recife artificial e um local de mergulho. A SIC foi aos estaleiros de Alhos Vedros ver de perto o que está a ser feito para levar a cabo a operação.

sexta-feira, maio 27, 2016

Dolores Aveiro abriu as portas de sua casa para gravar o anúncio

video

Funchal: Perguntara-lhe sobre Rafa Benítez e Cristiano Ronaldo... riu-se

video

BPN já custou 3000 milhões de euros aos contribuintes

video
Foi a primeira nacionalização desde o 25 de Abril, de que ainda não se conhece a fatura final. O cenário real é muito diferente do objectivo de José Oliveira e Costa quando anunciou a criação da SLN, Sociedade Lusa de Negócios, que passou a integrar o banco. O sonho não correu bem. Além dos tribunais, o colapso do BPN resultou numa comissão parlamentar de inquérito. As conclusões apontam culpas aos antigos gestores do banco, ao governo de José Sócrates e ao então governador do Banco de Portugal. Com os custos para os contribuintes sempre a crescer, a solução era vender o banco. À terceira tentativa, o banco BIC compra parte dos activos do BPN. O negócio foi fechado por 40 milhões de euros. Nas mãos do Estado ficaram mais de 5000l milhões de activos mais ou menos tóxicos. Entre os mais valiosos estão 85 quadros de Miró, que o anterior governo tentou vender em leilão.

Taxa de Desemprego: médias anuais

2007
6,8 (Madeira)   8,0 (Portugal)   7,1 (União Europeia)
2008
6,0   7,6   7,0
2009
7,6   9,5   8,9
2010
7,4   10,8 9,6
2011
13,5 12,7 9,6
2012
17,2 15,5 10,4
2013
18,1 16,2 10,8
2014
15,0 13,9 10,2
2015
14,7 12,4 9,5

quinta-feira, maio 26, 2016

Humor de Henrique Monteiro: Tempestade num copo de água

fonte: Henricartoon

Opinião: O desastre comunicacional de Costa

António Costa - pelo menos é essa a minha percepção - julga que tem uma boa imagem pública que lhe serve de muito. Erradamente. Não tem imagem pública nenhuma. A imagem de Costa, depois das eleições de 2015 e da golpada política perfeitamente legitimada no parlamento nacional, vai sendo construída em função da popularidade das medidas que vai anunciado ou tomando. Se de um momento para o outro isto der para o torto, o destino de Costa será politicamente bem pior, mais doloroso e quiçá definitivo, bem pior do que aquele que aconteceu a Sócrates em 2011.
Aquela cena idiota da "vaca que voa", e do bicho entregue numa cerimónia pública (!) a uma atrapalhada ministra da administração - que não sabia bem se aceitava a "oferta" patética que lhe estavam a fazer ou se se metia num buraco - foi demasiado ridícula para ser levada a sério, embora mostre bem as insuficiências do actual primeiro-ministro, sobretudo quando se espera dele uma imagem pública sóbria e consolidada. Sem diatribes.

A segurança social em Abril de 2016

Beneficiários de Prestações de Desemprego - 242.169
Titulares de Abono de Família - 1.103.646
Beneficiários de Subsídio por Doença - 130.475
Beneficiários de Prestações de Parentalidade - 35.051
Beneficiários de RSI - 210.472
Beneficiários de CSI - 161.655
Pensionistas de Velhice - 2.025.234
Entidades Empregadoras:
Estabelecimentos com situações de Layoff - 84

Youtube: Mãe venezuelana, sem comida nem fraldas, lança apelo

fonte: youtube

Presidente do BPI critica PR, atual e anterior governos sobre questão de Angola

video
Fernando Ulrich apontou baterias ao Presidente da República, ao atual e ao anterior Governo, acusando-os de passividade e falta de cuidado. Em causa, a saída do BPI do capital do Banco de Fomento de Angola, imposta pelo Banco Central Europeu. O presidente do banco diz que, apesar dos discursos sobre a importância das relações Portugal-Angola, nenhum alto responsável demonstrou qualquer preocupação sobre este processo. "Até hoje ainda não ouvi nenhuma voz em Portugal com responsabilidade que se preocupasse com isso, nem uma 'condecoraçãozinha' no 10 de junho. O governo anterior, zero absoluto, nem o primeiro-ministro, nem a ministra das Finanças", afirmou Fernando Ulrich numa conferência sobre o setor bancário, em Lisboa. "O meu desgosto não é com as instituições europeias", sublinhou, considerando que as autoridades políticas portuguesas deviam, até pela ligação histórica a Angola, ajudar a contornar a imposição do Banco Central Europeu (BCE) que obriga o BPI a reduzir a exposição àquele mercado africano. "O BPI tem 50,1% de um banco em Angola. O senhor governador do Banco Nacional de Angola disse-me há 15 dias que o BFA [Banco de Fomento Angola] é um exemplo", revelou, lamentando que a "aplicação acrítica" de uma regra do BCE obrigue o banco português a sair de Angola (Expresso)

Jornalista leva estalo em direto mas continua reportagem

video

Quando os políticos são tramados pelo microfone

De Obama a Cameron, passando por Sócrates e Gaspar. Recorde os episódios em que eles foram "apanhados" com o microfone... ligado! O político tem a sua responsabilidade. Tem uma postura em público que tende a manter quando sabe que os microfones ou as câmaras estão ligados. Mas quando se desligam, o caso muda de figura e alguns já aprenderam que o melhor é perguntar sempre: "isso ainda está ligado?". É que uma conversa que esperavam que fosse apenas privada, pode rapidamente tornar-se no próximo assunto mediático do momento. Nos últimos anos, os principais líderes mundiais já foram "apanhados" nos microfones e Portugal não foi exceção.

Mais de metade dos desempregados continuava sem emprego no final de 2015

Mais de metade dos desempregados em Portugal (61,1%) continuou sem trabalho no quarto trimestre de 2015, um número abaixo da média da União Europeia (UE 64,0%), e 21,7% tinham conseguido emprego (UE 17,7%), divulga esta quarta-feira o Eurostat. Segundo os dados do gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE) sobre o fluxo no mercado de trabalho no quarto trimestre de 2015, houve ainda 17,2% de portugueses que transitaram para uma situação de inatividade económica (18,4% na UE). A Grécia (94,8%) está no topo da lista dos países em que mais pessoas permaneceram desempregadas, seguindo-se a Croácia (85,8%), a Eslováquia (84,3%), a Bulgária (77,6%) e a Lituânia (77,4%), enquanto a Dinamarca (45,9%), a Itália (49,9%), a Finlândia (52,5%), e a Suécia (53,3%) apresentaram as taxas mais baixas. Face a 2014, a proporção de pessoas que reentraram no mercado de trabalho em Portugal aumentou 2,8 pontos percentuais (pp) no período entre outubro e dezembro de 2015 (UE 1,5 pp), enquanto a de desempregados que permaneceram nessa situação diminuiu 3,7 pontos percentuais (UE -2,8 pp). (Observador)

Os bancos que não cobram por ter conta e cartões

video
O Contas Poupança desta semana mostra-lhe exemplos de bancos que não cobram nada por ter uma conta e cartões de crédito. Se está farto de pagar comissões de manutenção e anuidades, conheça as alternativas que agora estão disponíveis.

Miguel Albuquerque: "É fundamental apoiarmos as famílias portuguesas" na Venezuela

video
A tensão política e social que se vive na Venezuela faz com que alguns emigrantes portugueses queiram regressar à Madeira. O presidente do Governo Regional da Madeira, diz que é fundamental apoiar as famílias portuguesas e que a TAP deveria retomar a ligação direta entre Caracas e o Funchal. Miguel Albuquerque garante que a comunidade portuguesa na Venezuela está a ser acompanhada pelos consulados e apoiada pelos centros sociais.

Escassez de farinha faz diminuir produção de pão na Venezuela

video
A escassez de farinha fez diminuir a produção de pão na Venezuela e deixou muitas padarias sem ter o que vender. Os venezuelanos esperam horas em filas para comprar bens essenciais e assim evitar recorrer ao mercado paralelo. O Governo diz que está a enfrentar uma guerra económica e a oposição responsabiliza as políticas herdadas de Hugo Chávez pela escassez de bens essenciais como alimentação e medicamentos.

Tensão política e social na Venezuela afeta sobretudo a classe mais pobre

video
A tensão política e social na Venezuela está a afetar sobretudo a população mais pobre mas é a chamada classe média que está nas ruas a exigir a saída de Nicolás Maduro. Apesar da galopante inflação, o regime mantém uma forte base entre os mais desfavorecidos.

Miguel Albuquerque quer "regime de excecionalidade" para greves longas

video
Miguel Albuquerque disse que os serviços mínimos decretados devido à greve dos estivadores não estão a ser suficientes para colmatar as necessidades da população madeirense. O presidente do Governo Regional da Madeira, que recusou discutir as razões da greve, referiu que, havendo importação de bens de cerca de 80%, é necessário ter em conta um regime de excecionalidade para ilhas. Miguel Albuquerque admitiu que a região está a ser fortemente afetada no comércio e economia.

Venezuela: "Encontrámos um país descrente no seu futuro"

video
Um país descrente no futuro, que vive tempos de incerteza e uma população com receio do que poderá acontecer foi o retrato que a correspondente da SIC Sofia Arêde encontrou ao chegar à Venezuela. Com os cortes de energia fora da capital bastante frequentes, as escolas fechadas à sexta-feira e os funcionários públicos a trabalharem apenas dois dias por semana, o Governo pretende poupar energia. Se por um lado o executivo de Maduro culpa a seca, por outro a oposição acusa o Governo de má gestão dos recursos energéticos ao longo dos últimos anos.

Venezuelano relata dificuldades para comprar comida e medo que se vive nas ruas

video
O Presidente Nicolas Maduro ameaçou mandar suspender a Constituição, em resposta aos protestos da oposição. A Venezuela vive uma das mais graves crises dos últimos anos com uma inflação prevista para este ano de 700% e escassez generalizada de bens essenciais. A SIC falou com Julio Riquezes, um empresário venezuelano da construção civil, que fala da dificuldade de quem quer comprar comida e não encontra, e também do medo de uma revolta violenta nas ruas.

A lei e as ruas: a estratégia da oposição na Venezuela

A oposição venezuelana aposta na mobilização popular para pressionar a realização de um referendo revogatório do mandato do presidente Nicolás Maduro. Não pára de crescer o descontentamento com a crise económica, mas há apenas sete meses para fazer o referendo. O referendo é a única opção legal viável que a oposição tem no momento, após a justiça fechar a passagem de uma emenda constitucional para a redução do mandato de Maduro (2013-2019). Se a consulta for realizada em 2016 e Maduro perder, haverá eleições. Mas se ocorrer após o dia 10 de janeiro de 2017, o mandato será concluído pelo vice-presidente, Aristóbulo Isturiz. A oposição da Mesa da Unidade Democrática (MUD) estima que a consulta pode ocorrer no final de 2016, mas os partidários do governo afirmam que não há tempo para cumprir os requisitos neste prazo. O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) - que segundo a oposição é controlado pelo chavismo - concluirá no dia 2 de junho a revisão das 200 mil assinaturas necessárias para ativar o referendo. Os opositores estão a acusar as autoridades eleitorais de retardar o processo já nesta fase.

segunda-feira, maio 23, 2016

Submarinos custam milhões

fonte: Correio da Manhã

SIC-Notícias: entrevista com Jorge Jesus no Tempo Extra (completo, 21 de Maio 2016)

Situação agrava-se para as ilhas? Trabalhadores dos portos juntam-se à greve dos estivadores

video
Em junho e durante cinco dias todos os portos nacionais vão estar parados devido à greve dos estivadores. Os trabalhadores das administrações dos portos nacionais juntam-se assim à greve parcial dos estivadores de Lisboa que já dura há um mês. Uma greve que vai complicar ainda mais as exportações portuguesas que caíram 1,6% no primeiro trimestre deste ano.